A CATRACA DIZ:

"A educação Política é um rio que nasce e corre pela rua onde o eleitor mora, pela sua Cidade, pelo seu Estado e pelo seu País e por fim desagua nas URNAS. Aquele que não sabe nadar, nesse rio se afoga e só pode ser salvo pelo assistencialismo. Porém sua alma permanesce condenada ao inferno(CCF 09.08.08)"

QUEM SOU!

CATRACA-PG
COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE-SP
Catraca, na Língua Portuguesa tem o sentido de apertar, cingir. Esta é a missão daqueles que a mim aderirem. Queremos Colocar no plenário da Câmara Municipal de Praia Grande-SP, O maior número possível de CATRAQUEIROS, dando aos nossos Vereadores e também ao nosso Prefeito, seja ele quem for, a visão de que eles não estão sozinhos, portanto precisam pensar muito antes de fazer algo que de fato não seja do real interesse da população de Praia Grande. "O que prende um homem ao outro; sem razão, é a escravidão. O que o liberta é o pensamento. Praia Grande precisa pensar! Cabeças inertes na praça, não geram idéias. Cabeças livres transformam"!

CÂMARA -s. f., Entre outras... Conjunto de vereadores e de deputados eleitos pelo povo; conjunto de pelouros que constituem a administração municipal; edifício onde se reúne a vereação ou a assembleia legislativa...

MEU MAIOR DESEJO:

Que o MUNÍCIPE de Praia Grande, crie o hábito de ir ao plenário da Câmara Municipal de Praia Grande-SP assistir aos trabalhos desenvolvidos pelos nossos Parlamentares(Vereadores).

CATRAQUEIROS ASSUMIDOS

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

SPC-SESSÃO PÓS CASSAÇÃO

Câmara Municipal da Estância Balneária de Praia Grande-SP
Resumo da Sessão Legislativa do dia 21/10/09 – Quarta-Feira

Plenário cheio – Na sua quase absoluta totalidade, por partidários do Candidato Alexandre Cunha, beneficiado por ação da Justiça.
Alguns P S (Pelegos da Situação) colocados em pontos estratégicos do plenário, observam e falam aos seus celulares.
Ás 20 Horas em ponto, o Vereador Esmeraldo Vicente dos Santos, conhecido popularmente como Dinho, toma acento na cadeira do Presidente da Casa, até o momento ausente. O Vereador Marco Antonio de Souza, o popular Marquinho, do Sítio do Campo assume a posição de secretário dos trabalhos naquela noite.
O Vereador Marquinho inicia a chamada regimental de presença para a verificação de cuorun.
Antonio Cavalcante
A reação do plenário é imediata e ouve-se:
- Fugiu
E assim segue a chamada, cada vereador ausente sendo saudado com o coro de:
-FUGIU
Katsu Yonamine
Além do coro de fugiu, o Presidente ausente é saudado também com uma sonora vaia.
Como os vereadores P C (Partidários do Cassado), Chiquinho do Caiçara-PPS, Dr. Serrano-PSB, Hugo Ribeiro-PSB,Katsu Yonamine-PSDB, Paulo Emilio-PRB, Rezende-PSDB, Serginho Sim-PSB, Toninho Cavalcante-PSDB, Toto-PSDB, não compareceram e diante apenas das presenças dele do PMDB, Marquinhos-PMN, o Vereador Vitrolinha-PDT e Leandro do Avelino-PMDB, Dinho suspende a abertura da sessão por 20 minutos.
Enquanto espera, o público se manifesta e de repente o Hino Nacional Brasileiro começa a ser cantado por todos com entusiasmo. Segue-se a canção CAMINHANDO de Geraldo Vandré, o Jingle da campanha de Alexandre Cunha e gritos de guerra do partidão.
O Vereador Dinho retoma os trabalhos, Marquinho procede a inútil chamada. O Vereador Dinho dá por encerrada a sessão, dirigindo-se ao presentes naquele S.P.C – SESSÃO PÓS CASSAÇÃO.
Peço desculpas aos presentes nesta sessão por esta palhaçada...Nós estamos aqui ao lado do povo de Praia Grande.
Uma salva de palma reconhece o esforço do Vereador e dos demais presentes.
O público começa a retirar-se do plenário. De repente uma confusão na galeria central do plenário chama a atenção de todos.
De onde estava só vi a muvuca. Curioso procurei saber o que tinha acontecido e o relato de um GSM bateu com as demais versões ouvidas.
Um tal de “DA DA” logo ao final da sessão comentou em alto e bom som, que preferia o P F (Prefeito Cassado) bêbado do que aqueles palhaços que estavam ali naquela noite. Ao seu lado, a irmã do vereador Leandro Avelino sentiu-se indignada com o comentário e chamou a atenção do tal “DA DA”.
Esse para surpresa de todos a agrediu e a reação daqueles que estavam ao lado dela, foi imediata. Foi preciso que os GCM da casa entrassem e resgatassem o tal “DA DA”. Levando-o para uma dependência interna da Câmara e depois para a 1ª delegacia a fim de lavrar o competente B.O(Boletim de Ocorrência).
Lamentável, profundamente lamentável!
Os vereadores PC(Partidários do Cassado) ausentes e esse tal de “DA DA” que por instantes, em razão da inoportuna observação teve o seu nome mudado para “TOMA TOMA”.
Concentrados a porta da Câmara Municipal os presentes, manifestavam vontade de marchar pela Av: Costa e Silva, porém as lideranças deles os convenceram a ir embora e marcar presença na posse de Alexandre Cunha como o novo Prefeito de Praia Grande, no dia 23/10/09 Sexta-Feira às 15 horas, no Fórum.
E o povo tomou o rumo de suas casas, feliz e com o sentimento de justiça nos seus corações.
E eu também tomei a ciclovia de volta para a minha. Um grito de “Ladrão...Ladrão” ecoou nas minhas costas, na região da Praça das Cabeças. Freada brusca de carro e os gritos repetidos a exaustão por um cidadão. Como outras pessoas que estavam indo pela ciclovia, parei, olhei e lembrei-me da minha terra o Rio de Janeiro. Triste, retomei o caminho de casa.
“O Rio de Janeiro sem futuro, paga no presente por suas escolhas erradas no passado (CCF)”.
E com o meu pensamento de novo em Praia Grande, divaguei:
“A Política enquanto exercício é um esteio”. Enquanto objetivo é cativeiro. Enquanto verdade é esperança e enquanto mentira é é o sacrifício do Povo.(CCF)”

FIM

4 comentários:

O MENSAGEIRO disse...

Prezado Celso, certamente os acontecimentos que estamos vivenciando no momento são o vislumbre de um raio da justiça: "que tarda mas não falta..." Você está certo, com sua visão política e senso de observação. Se todos tivessemos a vocação, o empenho e o senso de responsabilidade social e patriótico a vida seria bem mais fácil. Um abraço, a você. Hozanan.

LUDIMAR disse...

Pois é! Mais uma vez o grito de justiça fica engasgado nas gargantas. Até quando, Meu Deus?

Oromilade disse...

... estou lendo hoje dia 23 de outubro de 2009 e toda essa paixão dos praiagrandenses na seção da camara pode ter sido em vão. Tá cheirando pizza.

Azuir disse...

A JUSTIÇA E A HISTÓRIA

A Justiça é igual a História e tudo o mais da Humanidade. Como não tem escrito a História do Vencido, dificilmente tem a Justiça do vencido e o dominador deixa os autos todos prontos, conforme ele achou que deveria ficar escrito para a Posteridade.
Só que, com a Existéncia de Jesus, ficou uma sede pela Justiça e pela História há uma motivação muito forte que supera os limites de força e qual milagre, revela o criminoso rico como a vergonha do Humano.
Somos todos irmãos filhos do mesmo Deus mas, os Humanos Desumanos tomam conta dos cartórios e se colocam donos das terras e impedem que todos possam usá-la para a sobrevivência, e sempre assistimos fome pelo mundo e pelo nosso Brasil.
Isso esta mudando no Brasil, e no Próximo Criança Esperança da Globo, os cinegrafistas não vão mais ficar chorando por nosso povo sofrido e faminto porque hoje, tem uma bolsa familia que atende a maioria e os tirou da fome.
Maior alegria e orgulho para nós Brasileiros, por isso que a bala perdida atingiu o pobre que estava facilitando as vantagens para o Dominador escrever a nossa História na visão dele, e fazer a Justiça não ser justa.
Um Dia a Luz se Faz e o Dominado se liberta.
Jesus, Tiradentes nem Zumbi moreram em vão.
Parabéns pelo Trabalho.
Abração Amigo